As maiores tendências na educação

23/05/2018

As maiores tendências na educação

O sistema de ensino passou por diversas mudanças conforme nossa evolução tecnológica. E em uma época em que as pessoas querem permanecer conectadas e precisam de novos estímulos, as escolas também se beneficiam do fácil acesso ao conteúdo que o aluno pode acessar. Preparamos uma lista com 5 tendências da educação para os próximos anos. Confira aqui:

Gamificação

Com a apreciação humana por jogos que dura séculos, surge a gamificação, uma prática na qual se unem elementos pertencentes aos jogos e à educação nos negócios, na saúde ou na vida social. Embora o professor possa fazer uso de jogos para tornar a aula mais lúdica, o conceito principal da gamificação é comprometer os participantes e recompensá-los, com o objetivo de melhorar o aprendizado.

Ensino híbrido

Nele, o sistema hierárquico de uma sala comum não acontece: os alunos não agem de forma passiva enquanto o professor ensina a matéria. No ensino híbrido, os alunos assumem o controle do conhecimento recebendo o material que seria abordado em sala em seus aparelhos eletrônicos antes da aula. E no dia da aula, eles se reúnem para tirar dúvidas e debater sobre o que leram, e o professor propõe a realização de alguns projetos.

Empreendedorismo

Outra proposta que as instituições de ensino poderão adotar é a formação de alunos como empreendedores desde muito novos. Isso não significa criar empresários, mas uma nova maneira de estimular a criatividade, a autonomia e a responsabilidade e desenvolver a habilidade de resolução de conflitos do cotidiano por meio do desenvolvimento de produtos, sua divulgação e venda.

Mobile learning

Com a tecnologia avançando cada vez mais, surge o Mobile Learning (Ensino Móvel) como resposta a pessoas que querem estudar longe das instituições ou do conforto de sua casa por meio de seus celulares, notebooks ou tablets com acesso à internet. Nessa modalidade, os estudantes têm acesso ao conteúdo das aulas por intermédio de videoaulas, aplicativos, redes sociais ou até mesmo cursos on-line.

Desenvolvimento socioemocional

Dado o contexto instável das transformações sociais que necessitam de pessoas bem preparadas e flexíveis para lidar com os problemas do mundo real, viu-se a utilidade em promover aulas para desenvolver o aspecto socioemocional dos alunos, matéria prevista na Base Nacional Curricular Comum. Ou seja, a escola deverá agora também ensinar aos estudantes como fazer uso de habilidades sociais, éticas, cognitivas e emocionais.

E aí, gostou dessas tendências? Qual você mais quer ver na prática? A área da educação é desafiadora e permite muitas descobertas. Conheça mais sobre o grupo MoveEdu e prepare-se para entrar de cabeça em um dos mercados que mais cresce no Brasil!

Comments